Plano de aula: Brincadeiras para 4 A 6 Anos

Autor:
Instituição: FMU
Tema: Plano de Aula

Plano de aula: Brincadeiras para 4 a 6 Anos
FMU
2009

 

 

 

I- Introdução

A cada ano amplia-se a consciência da sociedade, principalmente no meio acadêmico, da importância do ensino infantil como proposta não apenas de escolarizar, mas de proporcionar o maior número de vivências e experiências durante a fase da primeira infância. Desta forma o atendimento a criança de zero a seis anos tornou-se uma realidade e passou a ser considerada como dever do Estado.

Sob esta nova organização veio culminar o desenvolvimento de uma nova proposta curricular, que servindo de apoio e sustentação às práticas pedagógicas trouxe também ao meio educacional, novas propostas. Dentre elas, aplicando-se a todos os níveis de ensino, e não apenas restringindo-se, mas abrangendo a Educação Física, a nova proposta veio propor que não apenas os aspectos psicomotores fossem estimulados em aula, e sim que combinados a este, também os aspectos cognitivo e sócio-afetivo passassem a ser alvo dos professores, fazendo desta forma com que o pensar e agir passasse a ser a novo olhar da Educação Física e não mais o simples agir sem pensar.

Desta forma a elaboração deste plano de aula, visando alcançar aos novos objetivos que surgem com uma nova proposta, tratou de preocupar-se com a estimulação cognitiva e psicomotora, bem como sócio-afetiva, permitindo a nós vivenciar uma nova idéia, e futuramente aos alunos vivenciar uma nova concepção de aula.

 

II - Plano de Aula

2.1. Dados de Identificação

Instituição: Escola de Ensino Infantil Liberdade

Nome do professor: C. G.Santos, C. X. Ferreira, D. P. de Castro, M. P. Balieiro

Duração: 45 minutos

Faixa Etária: 4-6 anos

Nº de participantes: aproximadamente 44 alunos

Local: Pátio da escola

Data: 11/03/09

Horário: 08h00minh - 08h35min h

Período: manhã

Série: pré a 1º ano

 

2.2. Tema

Brincadeira de quatro a seis anos

 

2.3. Objetivos Específicos

•Psicomotor: Os alunos deverão desenvolver habilidades básicas de locomoção, manipulação, consciência corporal e percepção espaço temporal.
•Cognitivo: Os alunos deverão conhecer as partes do corpo, as relações entre tamanhos de objetos e as formas geométricas básicas, conhecimento de higiene, alimentos e animais.

 

2.4. Conteúdos

Conceituais: Explicações sobre as brincadeiras.

Procedimentais: Corrida, manipulação de bolas e bexigas, manipulação de bambolês, marcação de ritmo.

Atitudinais: Discutir os conteúdos.

 

2.5. Cronograma e conteúdos

2.5.1. Parte Inicial:

2.5.1.1. Roda de Percussão – 5’

Os alunos serão orientados a formar uma grande roda e a cada um será dado meia casaca de coco. Todos ficarão sentados e o professor irá ensinar um ritmo que deverá ser imitado por todos os alunos, vivenciando as possibilidades de som, e percussão.

2.5.2. Parte Principal – 35’

2.5.2.1. Conhecimentos do corpo humano

Inicialmente o professor fará uma grande roda para explicar e apresentar a atividade aos alunos, estimulando-os a pensar sobre o corpo humano. Na seqüência, todos os alunos serão posicionados na lateral do pátio à frente de duas grandes caixas, onde estarão colocados recortes das partes do corpo humano misturados a outras figuras. Cada aluno deverá então, ao comando do professor correr até a caixa e voltar a seu lugar trazendo apenas uma parte do corpo. Sucessivamente isso deverá se repetir até que todos os alunos tenham montado o corpo humano completo.

2.5.2.2. Formas geométricas

Na seqüência da atividade do corpo humano a mesma atividade será realizada para o conhecimento das formas geométricas básicas.

2.5.2.3. Conhecimentos corporais com bambolê, bola, bexiga

Dividir os alunos em dois grupos. O primeiro grupo brincará com bambolês, devendo cada aluno com um, explorar as diversas possibilidades de movimentos de acordo com o comando do professor.

O segundo grupo irá brincar com bexigas e bolas explorando as possibilidades de peso e percepção de forças com os dois materiais.

2.5.2.4. Conhecimento de higiene, animais e alimentos

Serão adicionados as caixas, inúmeros objetos. O professor iniciará a atividade conversando com os alunos sobre conhecimentos básicos de higiene, conhecimentos da natureza e alimentos. Na sequência o professor irá comandar a brincadeira fazendo pedidos diretos e indiretos aos alunos para que eles busquem correndo o objeto e tragam ao professor que verificará se está correto ou não e discutira com os demais alunos a respeito.

2.5.3. Parte Final –5’

Será realizada uma roda de discussão abordando os assuntos trabalhados em aula.

 

2.6. Método e Estilo

2.6.1. Parte Inicial

Método: Parcial

Estilo: Por tarefa

2.6.2. Parte Principal

Método: Global para todas as habilidades motoras

Estilo: 1ª Brincadeira: Resolução de problemas

2ª Brincadeira: Resolução de problemas

3ª Brincadeira: Por tarefa

4ª Brincadeira: Descoberta Dirigida

2.6.3. Parte Final

Método: Não há

Estilo: Resolução de problemas

2.7. Recursos Materiais

Bambolês, bexigas, bolinhas de plástico, caixa de papelão, figuras de papelão, formas geométricas, figura do corpo humano, figuras diversas, bolinhas de tênis, brinquedos, casca de coco.

2.8. Critérios de Avaliação

Será considerado satisfatório o desempenho do aluno que por meio da aprendizagem das habilidades motoras básicas, adquirir e ampliar sua percepção corporal e sua consciência corporal e espacial, atingindo tal estado combinando sua evolução psicomotora com seu desenvolvimento cognitivo e sócio-afetivo.

 

III - Conclusão

Por meio de leitura e da elaboração deste plano pudemos perceber que existe uma grande lacuna no meio educacional, ensino infantil, uma vez que ainda são escassos os meios que dão suporte ao trabalho do professor de Educação Física para esta faixa etária tão peculiar. No entanto em outro aspecto, esta elaboração possibilitou a todos os componentes deste grupo conhecer um pouco mais sobre as possibilidades de criação e inovação, que podem acabar por transformar o ensino trazendo a ele um novo enfoque capaz de recuperar o verdadeiro sentido do processo ensino-aprendizagem na Educação Física.

 

IV – Referências

Brandão, H. Froeseler, M. das G. V. G. O livro dos jogos e das brincadeiras: para todas as idades. Leitura: Belo Horizonte, 1998. p. 23-30.

França, G. W. Brincar na pré- escola. Cortez: São Paulo, 1999. p 12-15; 45-56.

FRIEDMANN, A. A arte de brincar: brincadeiras e jogos tradicionais. Vozes: Rio de Janeiro, 2005. p. 45-50.

VILAS, G. B. de. MULLER, M. Brincadeiras e atividades recreativas: para crianças de seis meses a seis anos. Paulinas: São Paulo, 2003. p. 34-39.

Referencial Curricular Nacional. Disponível em: < www.portal.mec.gov.br> Acesso em: 06 mar 2009.

 

 

Comentários