Amigo Nerd.net

Aplicação de Medicação Via Intra Muscular

Autor:
Instituição: UCS
Tema: Medicação Via Intramuscular

Aplicação de Medicação Via Intra Muscular


Injeção Intramuscular

É a introdução de no máximo 5 ml de medicamento dentro do corpo muscular. Apesar de muitos serem os músculos do corpo, poucos são os que prestam a estes objetivos, para selecioná-los devemos considerar:

Esta via é especialmente indicada:

Locais para administração de injeção intramuscular:

Para selecionar uma ou outra região devem-se levar em consideração suas vantagens e desvantagens, conhecer anatomicamente as regiões para localizar corretamente o local da inserção, as contra-indicações e possíveis complicações.

O local da injeção determinará a posição do paciente durante a aplicação, não devendo ser realizado com a pessoa de pé, pois esta pode desmaiar ou sentir tonturas, criando um risco para sua segurança.


1- Região deltóidea(D):

O volume máximo a ser introduzido é de 3ml com a angulação da agulha perpendicular à pele(90º), não devendo ser utilizado várias aplicações consecutivas, devido a massa muscular ser relativamente pequena.

A delimitação deverá ser feita marcando quatro dedos abaixo do final do ombro e no ponto médio no sentido da largura(ao nível da axila), 3 a 3,5 cm acima da margem inferior do deltóide.

Posição do paciente: deitado ou sentado com o braço ao longo do corpo ou com o antebraço flexionado em posição anatômica, com exposição do braço e ombro.

Deve ser usado para adultos como última alternativa, após avaliação bem criteriosa.

Desvantagens:


2. Região dorso glútea(DG):

Indicada quando tiver a necessidade de se administrar 3 a 5 ml. Um dado anatômico importante é o nervo ciático, fundamental para a motricidade dos membros inferiores. A área é estabelecida traçando-se um eixo imaginário horizontal com origem na saliência mais proeminente da região sacra, e outro eixo vertical, originando na tuberosidade isquiática, cuja linha de conexão fica paralela ao trajeto do nervo ciático. A injeção é aplicada no quadrante látero-superior externo.

Posicionar o paciente em decúbito ventral, com a cabeça voltada para o aplicador(para melhor observação de desconforto ou dor durante a aplicação),os braços ao longo do corpo e os pés virados para dentro. No caso de criança, estas deverá estar deitada firmemente no colo de uma pessoa adulta, em decúbito ventral.

Não é indicada para crianças menores de 2 anos, pois nesta faixa etária a região dorso glútea é composta de tecido adiposo e há somente um pequeno volume de massa muscular, a qual se desenvolve, posteriormente, com a locomoção, podendo por isso ser usada quando a criança já anda há um ano ou mais,geralmente na idade de 2 a 3 anos. E ainda, pela inquietação da criança há maior probabilidade de uma angulação inadequada da agulha, aumentando o risco de lesão neural.


3. Região ventroglútea(VG):

É a região mais indicada por estar livre de estruturas anatômicas importantes. É constituída pelos músculos glúteos médio e mínimo de espessura muscular grande (média de 4cm). Não apresenta vasos sangüíneos ou nervos significativos(área servida por pequenos nervos e ramificações vasculares). O posicionamento dos feixes musculares previne o deslizamento do medicamento em direção ao nervo ciático.

Esta região é assinada colocando a mão esquerda no quadril direito do paciente e vice-versa; aplica-se a injeção no centro do triângulo formado pelos dedos indicador e médio quando o primeiro é colocado na espinha ilíaca antero-superior e o segundo na crista ilíaca.

Esta é uma região indicada para qualquer faixa etária, especialmente crianças, idosos, indivíduos magros ou emaciados.

Posição do paciente: decúbito dorsal, lateral, ventral ou sentado.

Angulação 90° e volume máximo de 5ml.

Desvantagens:


4. Região face ântero-lateral da coxa(FALC):

Local seguro por ser livre de vasos sangüíneos ou nervos importantes nas proximidades. Os grandes vasos e nervos percorrem a região póstero-medial dos membros inferiores.

Outras vantagens:

Posição do paciente: deitado com o membro inferior estendido ou sentado com a perna fletida.

Angulação 45° e volume máximo de 3ml.

É indicada para lactente e infante(29 dias e 10 anos) e adolescente e adulto com restrição devido à dor.

É contra-indicada em recém-nascidos devido ao risco de contratura do quadríceps femoral.


TÉCNICA DE APLICAÇÃO DE INJEÇÃO INTRAMUSCULAR

Material necessário:

Procedimento:


PREPARAR A MEDICAÇÃO DA SEGUINTE FORMA:

Uso da ampola:

Uso de frasco-ampola:

Comentários


Páginas relacionadas