Amigo Nerd.net

Antropologia Cultural e Física

Autor:
Instituição: UNIP - UNIVERSIDADE PAULISTA
Tema: Antropologia Cultural e Física

Antropologia Cultural e Física


INTRODUÇÃO

Este trabalho objetiva apresentar conceituação de antropologia, sua divisão e a aplicação da antropologia na atuação de profissional de nutrição.

Na primeira etapa fizemos leitura do texto da apostila "noções básicas para o estudo da antropologia cultural" e com base nesse texto, pretendendo enriquecê-lo e adequá-lo a questão que queríamos ressaltar "a antropologia na atuação do profissional de nutrição", saímos em busca da obtenção de dados. Considerando o tempo limite de conclusão (uma semana), foi feita pesquisa sucinta em bibliografia, livros e internet, voltada para a filosofia, antropologia e metodologia científica, nutrição e historia da alimentação. Na riqueza que o assunto abrange foi difícil delimitar limites, contudo o próprio limite temporal se encarregou a delimitá-la, tratando-se, portanto de uma síntese .

Levantamos, então seis ítens para efetivar o desenvolvimento do texto e acrescentamos figuras, acreditando que facilitaria o entendimento.

Acreditamos que nada melhor que começar pelo conhecimento do que é antropologia para apreender qual é sua aplicação prática na área de nutrição. Finalmente, é com clareza que vemos "o conhecer o homem" como importante sustentação para a aplicação métodos de alimentação em busca de saúde, tratando-se dele o detentor de resultados práticos.

Esperamos que a síntese a ser apresentada possa aclarar dúvidas e questionamentos sobre o assunto e que os profissionais da área esclareçam a real importância da antropologia.


ANTROPOLOGIA

1. O que é Antropologia?

Antropologia é a ciência que estuda o homem, ou seja, é um conjunto de conhecimento em torno do homem .

Logia significa estudo e anthropos, homem.

2. Como surgiu a Antropologia?

O nascimento da antropologia ocorreu a partir dos grandes descobrimentos realizados por navegadores e viajantes europeus e na curiosidade de conhecer povos exóticos.

A conquista dos mares, que acarretou a dominação dos outros continentes, foi empreendida em primeiro lugar para controlar a rota das especiarias a partir dos lugares em que eram produzidas.

Posteriormente, os antropólogos do seculo XIX, relacionavam características biológicas do homem com suas formas culturais. Mais tarde, verificou-se que tinham menos ligação entre si do que acreditavam, isso levou a subdivisão da ciência antropológica em antropologia física e antropologia cultural.

3. O que é Antropologia Física?

A antropologia física estuda a origem do homem, o evolucionismo, tempo e lugar do surgimento do homem e suas semelhanças e diferenças com os antropóides. Destacamos dois objetivos da antropologia física, o primeiro sendo a ansia da descoberta da origem do homem, tendo como destaque a teoria da evolução de Darwim e o segundo sendo a vontade de definir as diferentes categorias do homem, de acordo com suas diferenças biológicas.

4. O que é Antropologia Cultural?

É o estudo da cultura, de acordo com o tempo e lugar.

Engloba culturas vivas e "mortas".

O estudo da Antropologia Cultural nos leva a observar as inúmeras diferenças entre povos e culturas.


MODELO DE BELEZA ATUAL ?

5. Em que podemos utilizar a antropologia na nutrição?

O conhecimento da antropologia nos dará embasamento para adequarmos nosso trabalho à realidade de cada individuo e/ ou de um grupo.

A partir de estudos da antropologia verificamos que a alimentação não reflete somente a satisfação de uma necessidade fisiológica, idêntica em todos os homens, mas também reflete a diversidade de culturas e tudo aquilo que contribui para modelar a identidade de cada povo: ela depende de suas técnicas de produção, de suas estruturas sociais, de suas representações dietéticas e religiosas e das receitas que delas resultam, de sua visão do mundo e do conjunto de tradições construídas lentamente no decorrer dos séculos. As relações entre esses aspectos da cultura e da maneira de se alimentar sempre existiram, desde a conquista do fogo à chegada do McDonald's.

Exemplo - No brasil, o português é o introdutor da técnica e da sofisticação do paladar sobre os elementos indígena e africano.

Exemplo prático - Ao preparar uma campanha nutricional, os conhecimentos antropológicos auxiliarão na conquista dos resultados, adequando a campanha à cultura do povo a que se destina, dando parâmetros de hábitos culturais, alimentares, educacionais, etc.

As figuras abaixo mostram diferenças gritantes da maneira de se alimentar do homem, de acordo com a sua época e cultura :

O HOMEM PRÉ HISTORICO CAÇANDO SEU ALIMENTO

O HOMEM PRE HISTORICO SE ALIMENTANDO

ATUALIDADE

ALIMENTAÇÃO TÍPICA ORIENTAL

ALIMENTAÇÃO TÍPICA OCIDENTAL

6. Hoje, com a globalização, como ficam as culturas?

Pode dizer-se que, nos dias de hoje, o Mundo não conhece fronteiras quanto ao intercâmbio de conhecimento. E se nem sempre, por questões de ecologia ou outras, é possível realizar localmente a produção de todos alimentos, a verdade é que elas chegam de todo o lado graças ao aperfeiçoamento da comercialização, à rapidez dos transportes, à racionalização das embalagens. Tendo em conta a situação atual, dificilmente se poderia compreender como países ricos poderiam prescindir do chocolate, do café, do chá, das bananas, para falar apenas de alguns dos diversos produtos alimentares que sendo embora importados, são consumidos em grandes quantidades.

Esse fato, apesar de causar um enriquecimento de conhecimentos também gera uma das dificuldades atuais da antropologia - o fato de culturas não européias, as culturas tradicionais estarem desaparecendo dando lugar à cultura universal. Essa aculturação torna difícil o reconhecimento da realidade primeira de muitas culturas tradicionais.

Exemplo : no Brasil, algumas culturas índigenas estão desaparecendo.

Ressaltamos que a tradição alimentar de um povo preserva a autenticidade do paladar próprio daquele povo contra o qual se impõem os progressos técnico-científicos com sua doutrina da nutrição ideal. Quando o Homem moderno abandona totalmente seus costumes alimentares por uma dieta com base nos nutrientes necessários a uma alimentação equilibrada sem considerar seus hábitos alimentares, ele retorna ao estado primitivo de natureza no qual os seres humanos, como os outros animais, se alimentavam apenas para satisfazer suas necessidades nutricionais, não tendo constiuído ainda uma cultura e, portanto, uma tradição alimentar.

Ë preciso se conscientizar e conscientizar outras pessoas para que não sejam manipuladas, de forma a esquecer e desvalorizar suas origens.

Abaixo a figura ilustrativa mostra o verdadeiro "boneco"que o homem se transforma ao ser manipulado :

Para completar a descrição anterior vemos uma caricatura do domínio europeu sobre outras culturas:O DOMÍNIO DA CULTURA EUROPÉIA


6. CONCLUSÃO

A antropologia apresenta os valores dos povos e culturas.

Assim, sabemos, através da antropologia, que um dos fatos que mais chama atenção é a diversidade das tradições de cada país em matéria de maneiras de beber, maneiras de servir, cozinha e gosto alimentar. Devemos conhecê-la e respeitá-la

Exemplo : Na função da profissão de nutricionista na região Amazônica, nada melhor que a preparação de dietas, campanhas, cardápios, adaptados aos alimentos típicos :

Alimentos típicos da região amazônica

É atraves do conhecimento antropológico que podemos conscientizar que a humanidade é única, mas que cada povo possui uma cultura própria, assim, proclamaremos a união das nações, sempre respeitando e valorizando seus diferentes valores.

Gostariamos de no futuro nos alimentarmos assim ?

Comentários


Páginas relacionadas