Pó Xadrez, pigmento para colorir concreto, cal, argamassas, gesso, entre outros.

Autor:
Instituição: UNISINOS
Tema: Pó Xadrez

Pó Xadrez, pigmento para colorir concreto, cal, argamassas, gesso, entre outros.

UNISINOS
2006

 

 

 

Sumário

Introdução
Desenvolvimento
Conclusão
Bibliografia



Introdução

Este trabalho visa mostrar as diversas utilidades e curiosidades do pó xadrez, pigmento para colorir concreto, cal, argamassas, gesso, entre outros.



Desenvolvimento

A construção, num âmbito geral, tem passado por mudanças. O uso de pigmentos é uma alternativa economicamente viável e esteticamente aceitável, ou seja, uma solução bela e barata.

Diversas formas podem ser confeccionadas com o concreto, explorando a criatividade do projetista, porém, em muito o arquiteto procura soluções onde pode integrar o mais próximo do seu desejo com formas e cores. Dentro disto, o uso de concreto pigmentado é a maneira mais fácil de se poder construir qualquer forma em diversas cores, mantendo estas por muitos anos sem perder a qualidade.

Os pigmentos para construção devem obedecer certas qualidades para sua utilização correta e exeqüível em concreto, cal, argamassas. Estas qualidades são as mesmas que lhes conferem durabilidade, estabilidade e poder de pigmentação durante muito tempo. Um fato histórico que enfatiza tais propriedades é o uso de óxido de ferros como pigmentos para pintura em cavernas na pré-história. A experiência mostra que estruturas pigmentadas por mais de 50 anos pouco perderam da coloração inicial e ainda, conservaram a beleza do projeto.

O concreto cinza existente nas cidades e com imagem desgastada torna-se obsoleto perto do concreto colorido, que além de possibilitar quase todas as alternativas construtivas sem perder a qualidade estrutural, ainda pode ser atrativo pela adição de pigmentos.

Para tornarmos um ambiente mais atrativo, podemos utilizar pavimentos, piso de concreto intertravado, telhas de concreto, argamassas de revestimento coloridos e outros.

Muitos elementos estruturais ou de revestimento são produzidos já coloridos, porém, muitos outros podem ser feitos em obra, com a adição de pigmentos na mistura do material seco (areia, brita, cimento), na porcentagem desejada.

Podem ser encontrados em seis cores: vermelho, verde, azul, amarelo, marrom e preto. Essas cores podem ser misturadas entre si para formar uma nova cor, de acordo com o gosto e imaginação de cada pessoa, podendo atingir as expectativas estéticas desejadas.

Tabela de cores

 

figura

 


A aplicação de Pó Xadrez é recomendada para ambientes externos e internos, tanto para decoração ou acabamento quanto nas fases de desenvolvimento da obra. Para ambientes externos quando aplicado em bases de cimento as cores azul, verde e preto necessitam de proteção impermeabilizante como uma resina acrílica ou verniz e todas as cores possuem durabilidade excepcional.

Para a confecção correta de um concreto ou elemento pigmentado com Pó Xadrez, deve-se analisar a seguinte indicação:

a) Dosar pigmento ou mistura em porcentagem em peso de cimento;
b) Manter dosagem de água, cimento, areia, pedra e demais aditivos, para evitar descontinuidade de cores;
c) Misturar pigmentos no material seco, depois à água;

Basicamente o pó xadrez é composto de óxido de ferro. Mas há também a mistura de pigmentos para as cores marrom e preto. Para o azul e verde há respectivamente o azul flato (óxido de cobalto) e o verde flato (óxido de cromo).

 

texto

 

Principais campos de aplicação dos pigmentos Pó Xadrez na construção civil:

Linha Do-It-Yourself (Faça você mesmo):

Bricolagem; Mosaicos; Mistura em tintas e vernizes; Chapiscos; Revestimentos com brita; Pisos de concreto queimado colorido; Pinturas de cal; Barra Usa; Misturas em gesso; Misturas em massa de vidro; Piso de concreto colorido integral.

Argamassas:

De rejuntamento; De revestimento; De emboço e reboco; Piso de quadra colorido.

Artefatos Industriais:

Pisos de concreto intertravado; Telhas coloridas; Blocos de concreto; Peças especiais: elementos vazados; pré-fabricados de concreto, bancos de concreto; guias de concreto.

Fatores que influenciam na cor final de um produto de concreto pigmentado com Pó Xadrez:

• Procedência e cor do cimento: o cimento tem fator determinante, se for branco as cores serão mais puras, o cinza deixa as tonalidade mais escuras e diferentes tipos de cimento apresentam diferentes tonalidades, logo, em uma obra é recomendável a utilização de apenas uma marca e tipo de cimento.
• Acabamento Superficial: A superfície lisa reflete melhor os raios de luz, dando a aparência mais viva nas cores do que uma superfície áspera/rugosa, que possui o efeito contrário, de escurecer na tonalidade da cor.
• Eflorescência: No concreto cinza não é quase notada devido à aproximação de cores entre os sais carbonatados na superfície do concreto e a própria cor deste (cinza), porém, numa superfície colorida, este fenômeno é mais notado, logo, um controle mais rígido deve acontecer para evitar este fenômeno. Existem casos onde a eflorescência é desejada, para dar o efeito de manchas na superfície do concreto (rústico).
• Relação com a quantidade de poros: Diretamente relacionada ao fenômeno de eflorescência e ao acabamento superficial.
• Relação água/cimento: E comprovado que um excesso de água, além de provocar eflorescência, ainda deixa o concreto colorido mais claro do que com relação a/c em quantidade baixa, logo, na dosagem e uso deve ser mantido a mesma relação a/c para garantir uniformidade de cores.
• Quantidade de pigmento: Relacionada com a intensidade de cor do produto final.

 

Conclusão

É de fácil entendimento que o uso do pigmento Pó Xadrez pode reduzir em muito os custos de confecção de obras e reformas. Não apenas os custos iniciais, mas também de manutenção, pois evita que o sistema utilizado durante a confecção da obra ou da reforma, degrade ou mude de cor com o passar do tempo.

O uso do Pó Xadrez, além de melhorar as características de um concreto, garantindo a ele uma cor estável, também pode ser utilizado em misturas, dando uma enorme quantidade de cores finais, ou seja, praticamente garantindo qualquer desenvolvimento que se queira.



Bibliograia

Material da Internet

ABIQUIM - Associação Brasileira de Indústrias Químicas – www.abiquim.org.br

LANXESS, Energizing Chemistry - www.poxadrez.com.br

Comentários