ZAPP - O Poder da Energização

Autor:
Instituição: UNIB
Tema: Motivação, Liderança e Comunicação

ZAPP: O Poder da Energização


INTRODUÇÃO

Com base no filme "ZAPP: O Poder da Energização", desenvolvemos este trabalho ressaltando os principais aspectos que envolvem as organizações modernas: comunicação, liderança e motivação.

Mediante uma sociedade, onde as organizações estão passando por grandes transformações, a questão motivar pessoas está em alta, ou seja motivar é ter motivos. Ter motivos para trabalhar, para se dedicar, para se comprometer, para quem quer vencer, para querer aprender, para se dedicar àquilo que faz, em busca de resultados. As organizações estão inseridas num ambiente caracterizado por fortes turbulências e mudanças constantes, surgindo à necessidade de se buscar soluções para aumentar sua eficácia e sobreviver no mercado cada vez mais globalizado e competitivo.

Liderar diz respeito a lidar com a mudança. Os líderes estabelecem a direção mediante a formulação de uma visão do futuro, em seguida eles comunicam essa visão as pessoas e inspiram-nas a superar barreiras.

As organizações precisam de uma administração e líderes fortes para atingir sua eficácia. Algumas características são importantes para definir o sucesso de um líder, como: características pessoais e estilo do líder, características do seguidor, comportamento do líder e o contexto da liderança.

A eficácia da liderança diz respeito essencialmente ao sucesso em fazer com que um grupo passe a realização de uma meta comum. Mas o sucesso pode ser um resultado objetivo ou uma percepção do líder e, a percepção pode ser uma questão problemática já que trata-se da intuição do líder e este pode errar algumas vezes. Para que se crie o espírito de equipe é importante que seus membros se integrem. A integração de um novo membro no grupo é freqüentemente ameaçada por bloqueios pessoais, tais como medo, preconceitos, timidez e problemas de comunicação. Por um lado, é recomendável que a pessoa reconheça suas dificuldades e tente superá-las. Por outro, o grupo deve ajudá-la, dando-lhe apoio e demonstrando-lhe confiança. O espírito de equipe tem ainda, como um de seus alicerces, a abordagem sistêmica na empresa, que propicia o desencadeamento de reações altamente positivas por parte dos funcionários: melhor compreensão do trabalho individual gera mais interesse; mais interesse aumenta a motivação; mais motivação estimula maior empenho; e esse conjunto levará a resultados individuais e globais de alto nível.


MOTIVAÇÃO

O que seria motivação? Motivação é a disposição de exercer um nível elevado e permanente de esforço em favor das metas da organização(...)¹. Uma pessoa que está motivada não desiste facilmente. O elemento esforço é uma medida de intensidade. O estado interno que faz certos resultados aparentem atraentes (necessidades) possui um grande papel no fator motivação. Uma necessidade insatisfeita cria tensão, que estimulam impulsos dentro do indivíduo, gerando comportamento de busca na realização das metas que, quando atingidas, satisfarão suas necessidades e reduzirão a tensão.

Segundo MAXIMIANO:

"A motivação para o trabalho é uma expressão que indica um estado psicológico de disposição ou vontade de perseguir uma meta ou realizar uma tarefa. Uma pessoa motivada para o trabalho é uma pessoa em disposição favorável para perseguir a meta ou realizar a tarefa. Estudar a motivação para o trabalho é procurar entender quais são as razões ou motivos que influenciam o desempenho das pessoas, que é a mola propulsora da produção de bens e da prestação de serviços."

Mas como motivar um grupo de funcionários ou equipes de trabalho que estão desenvolvendo planejamentos, estruturas e, até mesmo, métodos de trabalho para concretização dos objetivos gerarem resultados para a organização? No filme "ZAPP – O poder da Energização" ,retratou um fato interessante sobre a desmotivação. O líder da equipe tomava decisões que provocavam resultados negativos na organização que além de manter a pressão em cima dele por parte dos administradores da empresa desmotivava a sua equipe que se empenhava em prol dos objetivos, com o planejamento da , até então, atual gestão. O termo motivação envolve sentimentos de realização, de crescimento e de reconhecimento profissional, manifestados por meio do exercício das tarefas e atividades que oferecem suficientes desafios e significados para os funcionários. Quando os fatores motivacionais são ótimos, elevam substancialmente a satisfação.

Pessoas desmotivadas realizam suas tarefas com pensamento voltado para os problemas de suas casas, ou o que poderiam estar fazendo de melhor naquele momento. O funcionário satisfeito estará sempre motivado, aumentando sua produção e estará também, sempre interado entre as e a organização. No mesmo filme, o gerente passou, após aos seus resultados pífios, resolveu inovar, dando aos seus subordinados possibilidade de se comprometer com os objetivos, opinando com suas visões sobre o trabalho que estava sendo realizado, fornecendo à organização bons resultados, gerando satisfação nos colaboradores, motivando-as a continuarem a permanecer comprometidas com os objetivos.

Hoje nas empresas, para introduzir maior dose de motivação, é necessário e de grande importância o investimento nos funcionários, que consiste em deliberadamente ampliar a responsabilidade, os objetivos e os desafios das tarefas do cargo.


LIDERANÇA

Uma análise sobre todas as definições de liderança constata que é comum a todas a noção de que os líderes são indivíduos que, por suas ações, facilitam o movimento de um grupo de pessoas rumo ao cumprimento dos objetivos. Temos, então, uma definição de liderança: liderança é um processo de influência.

Há diferenças entre líder e liderança: líder é apenas um indivíduo; liderança é a função ou atividade que o indivíduo executa. A liderança é necessária em todos os tipos de organização humana, principalmente nas empresas, onde uma boa liderança pode gerar satisfação num grupo de pessoas envolvidas pelo líder, assim como, uma má liderança podendo gerar separação do grupo, desmotivação e, com isso, o não cumprimento dos objetivos da organização.

Os gerentes são os responsáveis diretos do sucesso ou fracasso de uma organização. A excelência empresarial depende profundamente da excelência gerencial, portanto, o gerente precisa ter visão, dedicação e integridade.

Cada pessoa possui características diferentes das demais. Ao constituir uma equipe de trabalho, as pessoas se destacam pelas diferenças individuais. Para fazer a equipe produzir resultados, o gerente precisa desempenhar muitas funções ativadoras, dentre essas, a liderança. O gerente deve saber como liderar as pessoas e administrar as diferenças entre elas.

A arte de saber delegar é cada vez mais uma necessidade dentro de uma organização, nomeadamente no que se refere à sua gestão. Apesar da liderança ser uma característica muito apreciada e exigida pelos agentes empregadores, ela está de certo modo relacionada com a delegação. Se for pensado, alias, que, saber delegar contribui de alguma forma para a liderança. O líder é visto como aquele em que depositamos as nossas duvidas, um solucionador de problemas. Foi o que aconteceu com o líder no filme. Após suas tomadas de decisões fracassarem – não obtiveram resultados positivos na organização- , um de seus subordinados desenvolve um equipamento para demonstrar de forma clara a eficiência e eficácia no meio da equipe e, consequentemente, a satisfação dos colaboradores. O estilo de liderança, até então, era totalmente centralizada diminuindo espaços para o desenvolvimento de "talentos" como aquele funcionário. Após a aplicação do equipamento e com o apoio necessário do "inventor do ano", o líder descentralizou seus poderes, dividido-os com os seus subordinados, dando-as autonomia e delegação de tarefas, gerando resultados positivos para a organização.


COMUNICAÇÃO

A comunicação é a base essencial de toda sociabilidade. Onde quer que os homens tenham tido que estabelecer relações duradouras, a natureza das redes de comunicação que se instituíram entre eles, assim como as formas que tomaram e a eficácia que tingiram determinará em grande medida as oportunidades de aproximação ou de integração comunitária, assim como as possibilidades de reduzir tensões ou resolver conflitos que surgiam.

Uma das características básicas do indivíduo, como ser social e gregário, é a necessidade de companhia, reconhecimento e afeto. Isso é evidente tanto na vida privada como no trabalho. O relacionamento entre os membros de um grupo seja de simpatia e amizade ou de antipatia e confronto, resulta, respectivamente, na criação ou na destruição de sua eficácia como equipe.

Uma empresa, por ser composta por pessoas, representa uma comunidade, um grupo, o qual, por sua vez, se dividem nos mais diversos subgrupos, cujos membros mantêm relacionamentos constantes entre si bem como com o mundo externo à empresa. Com base em pesquisas e observações, constatou-se que o trabalho, realizado por equipes harmoniosas, resulta em maior produtividade e qualidade, além de representar uma importante fonte de satisfação e auto- realização para os seus membros.

Partindo da definição que um "grupo" ou "equipe" é toda reunião de dois ou mais indivíduos em torno de um objetivo comum, é essencial que haja um relacionamento positivo entre seus membros, o que nem sempre ocorre espontaneamente. Equipes são compostas por pessoas cujos interesses e necessidades individuais raramente são totalmente coincidentes. Essas diferenças podem gerar tensões, causadoras, por vezes, de conflitos abertos, tanto intradepartamentais como interdepartamentais.

O relacionamento interpessoal positivo pressupõe, é claro, participação e colaboração entre seus membros. A colaboração traz benefícios tanto para os funcionários como para a empresa como um todo. Pessoas que colaboram são motivadas e sentem-se realizadas. Isso diminui o "stress", criando maior harmonia interior, o que, por sua vez, resulta em maior eficácia no trabalho.

Conseqüentemente, a empresa que conta com "colaboradores", garante maior produtividade e qualidade de seus produtos e/ou serviços, empregando menos tempo para realizá-los além de diminuir seus custos - o caminho certo para o sucesso.


FILME: ZAPP – O PODER DA ENERGIZAÇÃO

O filme é relatado em duas partes. Na primeira encontramos uma empresa totalmente fora dos padrões do mercado, com uma equipe desmotivada, improdutiva, sem ligação, comunicação, integração, e outros. Para agravar a situação o gestor responsável, que poderia mudar o jogo, só piorava, fazia de tudo para compartilhar para a improdutividade de sua equipe e causava uma poluição no ambiente.

De um outro lado, o gestor sofria uma forte pressão de sua líder, pelos maus resultados apresentados na sua gestão.

Tudo começa a mudar quando um dos seus funcionários, desenvolve uma máquina que através dela visualiza um tipo de gestão, onde a eficiência e a eficácia eram nítidas, e era possível enxergar a satisfação dos colaboradores. Em um acidente ocorrido na empresa, o gestor passa a Ter acesso a esse tipo de liderança totalmente diferente da sua tipo de liderança totalmente diferente da sua e com o apoio do seu funcionário, o gestor passa a aplica-la na sua empresa. A empresa passa a viver uma Segunda vida, com uma gestão mais precisa, delegando tarefas e dando autonomia as pessoas, os colaboradores se viram mais motivados, o clima mudou, a comunicação, a produção, a empresa teve bons resultados.

A energização pode fazer a diferença, é só saber descarregar os raios nas pessoas desmontando a importância de cada uma.


CONCLUSÃO

O filme ZAPP é uma lição de vida, um exemplo prático de gestão, esta claro e evidente que pessoas desmotivadas, com energias negativas estão submetidas ao fracasso e ao insucesso da empresa.

Devemos procurar sempre valorizar a humanidade, respeitar as pessoas e principalmente coloca-las no topo, à frente, de qualquer negócio.

Comentários