Amigo Nerd.net

Demonstração do Lucro ou Prejuízo Acumulado e Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido

Autor:
Instituição: UNIC - Cuiabá/MT
Tema: Análise de Demonstrações Contábeis

Demonstração do Lucro ou Prejuízo Acumulado e Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido

Cuiabá-MT

2005


1 Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido

1.1 Conceito

A Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido é um relatório contábil que mostra as variações ocorridas nas contas integrantes do grupo Patrimônio Líquido.

O Patrimônio Líquido de uma empresa representa a riqueza real da entidade e pode ser interpretado como sendo os ativos líquidos pertencentes aos proprietários, ou seja, bens + direitos – obrigações e constituem direito comum desses mesmos proprietários. Corresponde ao chamado capital próprio, ou seja, proveniente dos proprietários, e dos lucros ou prejuízos decorrentes das atividades da empresa.

As contas que integram o Patrimônio Líquido compreendem: capital, reservas e lucros ou prejuízos acumulados.

1.2 Lei 6.404/76

Art. 186. A demonstração dos lucros ou prejuízos acumulados discriminará:

§ 1º Como ajustes de exercícios anteriores, serão considerados apenas os decorrentes de efeitos da mudança de critério contábil, ou da retificação de erro imputável a determinado exercício anterior, e que não possam ser atribuídos a fatos subseqüentes.

§ 2º A demonstração de lucros ou prejuízos acumulados deverá indicar o montante do dividendo por ação do capital social e poderá ser incluída na demonstração das mutações do patrimônio líquido, se elaborada e publicada pela companhia.

1.3 Estrutura


2 Demonstração de Lucros ou Prejuízos Acumulados

2.1 Conceito

A Demonstração de Lucros ou Prejuízos Acumulados é um relatório contábil que evidencia os saldos da conta Lucros ou Prejuízos Acumulados no início e no final do exercício, bem como as variações ocorridas no exercício, decorrentes de ajustes de exercícios anteriores, reversões de reservas, resultado do exercício, transferências para reservas, dividendos e a parcela incorporada ao Capital.

Essa demonstração visa apresentar, de forma clara, o resultado líquido do período, sua distribuição e a movimentação ocorrida no saldo da conta de lucros ou prejuízos acumulados.

Com a instituição da figura do dividendo obrigatório e, também, da faculdade de destacar parcelas do lucro do período para a formação da reserva de lucros a realizar e da reserva para contingências, essa demonstração assume maior importância, pois refletirá todos os acréscimos e decréscimos que influenciam a base dos dividendos devidos.

2.2 Lei 6.404/76

Art. 186. A demonstração dos lucros ou prejuízos acumulados discriminará:

§ 1º Como ajustes de exercícios anteriores, serão considerados apenas os decorrentes de efeitos da mudança de critério contábil, ou da retificação de erro imputável a determinado exercício anterior, e que não possam ser atribuídos a fatos subseqüentes.

§ 2º A demonstração de lucros ou prejuízos acumulados deverá indicar o montante do dividendo por ação do capital social e poderá ser incluída na demonstração das mutações do patrimônio líquido, se elaborada e publicada pela companhia.

2.3 Estrutura

Saldo de Lucro Acumulado no período anterior

800.000

(+/-) Ajustes do Exercício Anterior

-100.000

(+) Reversão de Reservas

50.000

(+) Lucro do Exercício

2.000.000

(=) Lucro Total Disponível

2.750.000

(-) Destinações do Lucro do Exercício

200.000

Reserva Legal

100.000

Reserva Estatutária

60.000

Reserva para Contingência

40.000

(-) Dividendos

550.000

(=) Lucro Acumulado

2.000.000



Referências Bibliográficas

PEREZ JUNIOR, José Hernandez. Elaboração das Demonstrações Contábeis / José Hernandez Perez Junior, Glaucos Antonio Begalli. São Paulo: Atlas, 1999.

RIBEIRO, Osni Moura. Estrutura e Análise de Balanços Fácil. 6ª ed. – São Paulo: Saraiva, 2002.

Comentários


Páginas relacionadas