Amigo Nerd.net

Análise do Livro - A Viuvinha

Autor:
Instituição: E.T.E.
Tema: Letras
Análise do livro - A Viuvinha - de José de Alencar

1-Dados sumários sobre o autor e a obra:

Autor: José de Alencar

Título da obra: A Viuvinha

Editora: Edição: Ano:

Lugar de publicação:

Dados biográficos essenciais do autor:

Jornalista, romancista, dramaturgo, poeta, jurisconsulto e político brasileiro, cujo o nome completo era José Martiniano de Alencar. Nasceu em Mescejana (CE) em 1º de maio de 1829, morreu no Rio de Janeiro em 12 de dezembro de 1877. Formado pela faculdade de Direito de São Paulo em 1850 (cursou o 4º ano em Olinda), além de advogado foi professor de Direito Mercantil, consultor de negócios da Justiça, deputado geral pelo Ceará em várias legislaturas e Ministro da Justiça. Jornalista Militante, 1856 dirigiu o Diário do Rio, onde entre outras obras, publicou as novelas Cinco minutos, A Viuvinha e o romance O Guarani, um dos marcos mais extraordinários da literatura brasileira, a obra-prima do indianismo brasileiro, de que foi a maior expressão. Depois de O Guarani publicou comédias e dramas, entre os quais O Jesuíta e Mãe. Retornando ao romance escreveu Lucíola(1862), As Minas de Prata(1862-1865), Diva(1863), Iracema(1865), espécie de poema em prosa, onde o indianismo tem melhor expressão poética e em que realça o sentimento de brasilidade, característico de toda a obra de Alencar; Ubirajara, O Gaúcho(1870), A Pata da Gazela(1870), O Trono do Ipê(1871), Til(1872), Sonhos de Ouro(1873), Alfarrábios(1873), Guerra dos Mascates(1873), O Sertanejo(1875), Senhora(1875) e Encarnação(1877).


Síntese:

A obra é uma estória de um jovem casal, Carolina e Jorge. Jorge é um jovem que foi criado por Sr. Almeida, que é quem lhe dá a notícia da desonra e miséria do nome de seu pai, por causa de algumas dívidas. Isso faz com que Jorge se sinta culpado em se casar com Carolina e na sua noite de núpcias forja sua morte para ter tempo para limpar o nome de seu pai. Depois de algum tempo, com honra e dinheiro volta para seu grande amor que nunca desistiu de o esperar.

2- As personagens

Carolina: forma junto com Jorge o casal protagonista da obra, é jovem, perfil suave e delicado, olhos negros e brilhantes, cílios longos, tranças que realçavam sua fronte pura, rica e apaixonada.

Jorge: jovem que já fora muito rico e agora se mostrara simples nos atos e na existência.

Dona Maria: mãe de Carolina, senhora de idade.

Sr. Almeida: negociante, ex-tutor de Jorge, velho de têmpera antiga, calvo, com energia no caráter, vivacidade no olhar e porte firme.

3- O enredo

Não linear....

O desfecho se dá na casa de Carolina...

4- O ambiente

Físico/social

5- O tempo

Cronológico :"Se passasse há dez anos...."

6- O foco narrativo

Narração na terceira pessoa , pois o narrador é somente observador dos fatos.

7- A verossimilhança

A obra retrata uma realidade passado do autor, mas não vivida e sim assistida.

8- Escola literária

ROMANTISMO: Teve início no século XIX, como a obra Suspiros Poéticos (1836) de Gonçalves de Magalhães, tem como característica o culto ao eu, o individualismo, a constante busca pelas forças inconscientes da alma, o coração acima da razão...o mal do século. A natureza passa a ser a expressão da perfeição de Deus....

"...aquela doce intimidade de um amor puro e tranqüilo."

9- A mensagem

Mensagem de amor e honra....

Amor eterno e incondicional e honra pelo nome...

10- Conclusão

A obra é um lindo romance que dá asas a imaginação, tem como tema o amor entre um homem e uma mulher, tema atual em todos os tempos e por isso prende a atenção dos leitores mais variados. Importante dentro do seu movimento literário.

Comentários


Páginas relacionadas