Piscologia da educação

Autor:
Instituição: Unorp
Tema: Piscologia da educação

Unorp- Centro Universitário do Norte Paulista


Psicologia da educação

A psicologia educacional, constituída a partir de 1903 com a publicação por E.L. Thonrdike de Educational Psychology e a edição da revista Journal of Educational Psychology , vê- se sujeita às mesmas peripécias pelas quais passa a Psicologia Geral. Consolidando-se principalmente a partir de três núcleos componentes, as teorias da aprendizagem, as teorias do desenvolvimento da criança, a medida das diferenças individuais, chega aos anos 50 como portadora de enormes expectativas de soluções para problemas da educação. Entre 1950 e 1970, expandiu-se em centros universitários e associações profissionais; as pesquisas e publicações se multiplicaram.

A Psicologia, em suas relações com a Educação, parece estar avançando em busca de maior compreensão do significado do comportamento humano nos contextos de interação em que ele se insere. O psicólogo que busca atender às necessidades educacionais dos indivíduos e grupos precisa ir além do comportamento manifesto e das contingências imediatas de aprendizagem: cabe-lhe preocupar-se com a compreensão dos micro-sistemas em que a criança se insere e suas mútuas relações, e reconhecer o outro como sujeito, ou seja, como uma pessoa a ser escutada.

A psicologia da educação foi o primeiro campo de atuação no Brasil.

Cada filósofo desde Sócrates, contribuiu dando a base da psicologia da educação. Platão já estudava o problema fundamental da educação: a importância atribuída à criança e os cuidados para que ela não seja corrompida pelo adulto.

De acordo com o texto da autora Íris Barbosa Goulart, o objetivo básico da educação é oferecer subsídios para que o ato educativo alcance seu objetivo. O papel da educação está implicado nas formas que as relações sociais vão assumindo pela ação pratica concreta dos homens.

A pratica educativa constitui na dinâmica das relações entre classes, raças, grupos religiosos, homens e mulheres, jovens e adultos.

Psicologia da educação estuda o processo ensino-aprendizagem, e o que faz o aluno estar motivado e a relação professor- aluno. Aborda questões como funcionamento da atividade mental e influência do ensino no desenvolvimento intelectual.

A educação é multidisciplinar, conjunto de profissionais que estudam o mesmo tema. Assim a Psicologia da educação permeia tanto a Pedagogia quanto a Psicologia em dois momentos. O campo de atuação é a escola, onde os alunos aprimoram seus conhecimentos, habilidades e criatividade e senso crítico. Assim a Psicologia da educação procura entender os processos cognitivos, tanto na escola quanto na vida.


Bibliografia:

GOULART, Iris Barbosa, Psicologia da educação; Fundamentos teóricos e aplicações à pratica pedagógica, 5º edição; editora: Vozes, Petrópolis, 1995.

PILITTI, Nelson; Psicologia Educacional,1993, 12 edição, editora Ática.

Psicólogo Brasileiro- Práticas emergentes e desafios para a formação- conselho federal de psicologia – casa do psicólogo.


Comentários