Amigo Nerd.net

Transtornos Mentais no Trabalho

Autor:
Instituição: Iesacre
Tema: O Papel do Administrador

O PAPEL DO ADMINISTRADOR


Transtornos Mentais no Trabalho

A idéia de ter uma pessoa ter um transtorno mental, acarreta diversas reações no indivíduo, nos seus familiares e colegas. A desinformação e o preconceito geram obstáculos. Pessoas que vão aos psicólogos, psicanalistas e psiquiatras são chamadas de loucas pelas pessoas que não tem informação.

A muitos anos os psicofármacos vem estudando, analisando na intenção de reduzir o sofrimento, contribuindo para o tratamento e aumentando o êxito nos efeitos desses transtornos mentais, que são considerados incapazes para a vida social. Durante esses anos, novas técnicas de psicoterapia foram desenvolvidas em conjunto com psicólogos e psiquiatras.

Essa evolução, não corresponde ao aumento da utilização desses conhecimentos pelas organizações. O trabalho de psicólogos na promoção da saúde mental, no ambiente organizacional, além de aumentar a qualidade de vida, aumenta a produtividade no trabalho.

As características e o diagnósticos dos transtornos mentais, sofreram transformações ao longo do tempo. As causas de mortes antes eram por motivos de doenças, hoje estão relacionadas ao comportamento e estilo de vida. Cada época tem a sua própria síndrome.

Hoje um dos transtornos mais comum é o estresse.

O acompanhamento dessa evolução permitiria as organizações prever as conseqüências desses transtornos com a intenção de neutralizá-los e contribuir para o aumento da produtividade, sem perder a qualidade de vida.

Faz parte do trabalho do psicólogo organizacional, identificar e combater esses transtornos, na busca de promover a saúde mental. O administrador deve estar interessado na promoção da saúde mental, fazendo parte de suas atividades relativas à saúde e segurança no trabalho.

São características do indivíduo mentalmente saudável.

O diagnóstico de transtornos mentais deve ser dados por pessoas especializadas para daí sim se tirar qualquer conclusão.

Não cabe ao administrador qualquer espécie de diagnósticos, a ele cabe: a compreensão, conhecimentos mínimos e a percepção da importância de um psicólogo na sua empresa.

Os transtornos mentais causam: conflitos interpessoais, redução da produtividade, aumento do custo de vida, pois descobrindo estes transtornos aumentam os gastos com consultas médicas, compra de medicamentos, etc.

Os indivíduos afetados permanecem com a qualidade de vida e a produtividade reduzidas, sempre em busca de assistência médica e conseqüentemente contribuindo para aumentar os custos da medicina.

Há dois gravíssimos desafios para a sociedade, sem solução à curto prazo: o transtorno de estresse pós-traumático e a drogadição.

As organizações perdem o conhecimento adquirido por estas pessoas, arcando com os custos de reposição, tratamentos e perda de produtividade dos profissionais que desenvolvem estes transtornos.

Os elementos mais presentes nestas situações traumáticas são o álcool e as drogas.


Problemática

O Papel do Administrador.

Nos tempos atuais, os administradores, gerentes, executivos de grandes empresas estão preocupados com o bem estar de seus funcionários, contratam médicos para avaliação psicológicas, psiquiatras de seus funcionários, pois os níveis de cansaço e estresse vem aumentando freqüentemente.

As organizações, estão mais preocupadas com a saúde e qualidade de vida de funcionários e seus familiares, reduzindo assim os níveis de cansaço e estresse e aumentando o rendimento e a satisfação dos mesmos. Temos hoje no mercado profissional, empresas que adotaram no seu quadro de trabalho, professores de educação física para dar aulas no intuito de aliviar a pressão e a tensão do dia a dia e como conseqüência aumentar a produtividade.

Hoje é muito comum vermos psicólogos trabalharem em empresas no intuito de diagnosticar as conseqüências de transtornos, que podem vir em forma de cansaço, estresse, angustia, medo e as vezes o funcionário recorre a bebidas alcoólicas podendo chegar até a droga, esses profissionais tem o objetivo de neutralizar, sem que prejudique a qualidade de vida de seus funcionários.

Nem sempre a pessoa que sabe ou desconfie de ter esses transtornos, admite e procura ajuda, e tendo um psicólogo no seu ambiente de trabalho, lhe deixa com mais confiança de chegar a esse profissional e conversar sobre suas dúvidas, assim fica mais fácil de se tocar neste assunto.

Quando o nível de cansaço, estresse entre outros está alto, acaba atrapalhando na produtividade da empresa e na sua própria, às vezes até gera conflitos com os clientes e quando o nível está mais elevado acaba aumentando o seu custo de vida, com consultas médicas, compras e utilização de medicamentos, entre outros. Prejudicando assim o rendimento da empresa e gerando gastos desnecessários.

Todas as empresas deveriam se preocupar com a qualidade de vida de seus funcionários, contratando profissionais capacitados para acompanhar a sua equipe e diagnosticar pontos importantes, os gastos seriam menores, a qualidade de vida e o rendimento de seus funcionários aumentaria muito e ter funcionários com transtornos elevados seria mais difícil.

O bem estar físico e mental de sua equipe é um dos segredos de se ter uma empresa produtiva e bem sucedida.

Comentários


Páginas relacionadas